RSS Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari - Codevat Notícias de Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari - Codevat Wed, 08 Apr 2020 07:47:10 -0300 Wed, 08 Apr 2020 07:47:10 -0300 Zend_Feed_Writer 1.12.11 (http://framework.zend.com) http://codevat.com.br/rss Codevat participa de encontro da Assembleia que sugere criação de comitê de crise para estiagem Mon, 06 Apr 2020 19:43:42 -0300 http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/292/?codevat-participa-de-encontro-da-assembleia-que-sugere-criacao-de-comite-de-crise-para-estiagem.html http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/292/?codevat-participa-de-encontro-da-assembleia-que-sugere-criacao-de-comite-de-crise-para-estiagem.html A estiagem que assola o Rio Grande do Sul há mais de cinco meses têm desdobramentos drásticos, tornando o Estado o mais afetado pela seca no Brasil. É um problema que compete pela atenção das autoridades com a pandemia de Covid-19. Para tratar do tema, na última sexta (3), e sobre os prejuízos da estiagem no RS, entidades estiveram reunidas virtualmente num encontro que contou com a presença do secretário estadual de Agricultura, Luis Covatti Filho.

O principal encaminhamento do grupo foi solicitar ao governo estadual, sob a forma de uma medida urgente, a criação de um comitê de emergência no centro do governo que trate da estiagem, semelhante ao criado para tratar das políticas para a pandemia. Na avaliação das diversas entidades representativas presentes e dos parlamentares, a estiagem causará prejuízos sociais e econômicos na proporção da Covid-19.

Também foi sugerido como segundo ponto a unificação das pautas das entidades da agricultura familiar para os governos estadual e federal:

Para o Governo Estadual:
— Situação dos empréstimos FEAPER, FUNTERRA,
— Programa troca - troca de sementes,
— Implementação do Programa Estadual de Aquisição de Alimentos com recursos que estão disponíveis,
— Auxílio renda aos mais pobres do campo,
— Apoio para viabilização de água às famílias rurais em parceria com os municípios.

Para o Governo Federal:
— Aplicação imediata ao estabelecido pela legislação do crédito rural por todas as instituições bancárias no que diz respeito a todos os financiamentos agrícolas,
— Linha de crédito de recuperação aos agricultores familiares, sem juros e, com prazo de investimento,
— Bolsa Estiagem para os agricultores familiares pelo prazo de quatro meses,
— Linha de crédito especial para as cooperativas, contemplando também as pequenas que se encontram em situação de endividamento e oferta de milho na modalidade de venda a balcão pela CONAB.

As deliberações serão encaminhadas no início da semana aos governos estadual e federal.

A reunião virtual contou com a participação de deputados federal Elvino Bohn Gass, e estaduais Edson Brum (MDB), Edegar Pretto (PT), Elton Weber (PSB), Fetag, Fetraf, MPA, Unicafes, MPA, Fecoagro, Emater, Conab, Mapa, Famurgs, Consea, Codevat, Ocergs, Gabinete Senador Paim, grupo que discute o tema no Vale do Taquari e representações de deputados estaduais e federais.

Texto: Marcela Santos/Gabinete do Dep. Zé Nunes — Lucas George Wendt/Codevat

Foto: divulgação 

]]>
Fórum dos Coredes RS reavalia pagamentos em atraso da Consulta Popular, Saúde recebe em 2020 Thu, 02 Apr 2020 12:45:03 -0300 http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/291/?forum-dos-coredes-rs-reavalia-pagamentos-em-atraso-da-consulta-popular-saude-recebe-em-2020.html http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/291/?forum-dos-coredes-rs-reavalia-pagamentos-em-atraso-da-consulta-popular-saude-recebe-em-2020.html
Entenda
O Estado deve aos Coredes R$ 30 milhões da Consulta Popular 2018/2019. Entre os anos de 2020, 2021 e 2022 a soma seria paga com emendas parlamentares em parcelas de R$ 10 milhões ao ano, numa ordem que colocava a Agricultura como a primeira área a ter valores destinados, já em 2020. Dessa forma, ao adiantar o pagamento para a Saúde, a Agricultura receberá a sua soma em 2021. As entidades que esperavam receber valores em 2020 está assegurado o pagamento no próximo ano.

Vale do Taquari
Para a presidente do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari, Cintia Agostini, tanto a Agricultura, em razão da estiagem que perpassa o RS, quando a Saúde, são áreas sensíveis agora. “Numa ordem de prioridade definimos por realocar os valores, invertendo a ordem de pagamento e priorizando a Saúde, neste momento”. Hospitais em Lajeado, Encantado, Nova Bréscia, Marques de Souza, Bom Retiro do Sul, Arroio do Meio e Progresso vão receber valores, que totalizam cerca de R$ 370 mil. “É o que é possível de ser feito neste momento pelos nossos Conselhos”.

Lajeado — R$ 127 mil
Arroio do Meio — R$ 78 mil
Progresso — R$ 45 mil
Encantado —R$ 35 mil
Bom Retiro do Sul — R$ 33 mil
Marques de Souza — R$ 30 mil
Nova Bréscia — R$ 25 mil
Estrela — Já teve o valor quitado pelo Estado anteriormente

O valor do repasse considera o número de leitos disponíveis pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os valores deverão ser creditados aos municípios em breve.

Texto: Lucas George Wendt/Codevat]]>
COMUNICADO Tue, 31 Mar 2020 14:44:51 -0300 http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/290/?comunicado.html http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/290/?comunicado.html
No dia 20 de março foi encaminhado um formulário aos membros para a manfestação de aceite da postergação do mandato da atual diretoria do Codevat, pelo período de 4 meses, a contar do dia de hoje (31 de março).
Depois do prazo de 10 dias estipulado para a manifestação, o Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari comunica que a Assembleia Geral aprovou a postergação do mandato da Diretoria Atual por mais 4 meses, a contar da data de hoje.
No mês de julho o processo eleitoral será realizado, de acordo com o estatuto.

Agradecemos e nos colocamos a disposição.

Atenciosamente,]]>
Codevat funciona em home office Mon, 23 Mar 2020 12:04:36 -0300 http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/289/?codevat-funciona-em-home-office.html http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/289/?codevat-funciona-em-home-office.html
Os contatos podem ser feitos pelo e-mail codevat@univates.br e, também, pelo telefone (51) 3714-7023. O trabalho em home office será desempenhado por prazo indeterminado.

Confira aqui as ações da Univates, sede do Codevat, em relação ao Covid-19. ]]>
VOTAÇÃO ONLINE - Postergação da Assembleia Geral Ordinária Fri, 20 Mar 2020 12:09:21 -0300 http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/288/?votacao-online---postergacao-da-assembleia-geral-ordinaria.html http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/288/?votacao-online---postergacao-da-assembleia-geral-ordinaria.html Caros membros da Assembleia Geral do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari - CODEVAT.

Neste mês de março oficialmente vence o período de mandato dessa diretoria do Codevat (2018-2020). No entanto, considerando o Decreto 55.128, de 19 de março, do Governo do Estado e demais ações para evitar aglomerações de todas as Instituições públicas e privadas, não faremos nossa Assembleia conforme previsto estatutariamente. Apesar disso, precisamos e queremos estar formalmente organizados para continuar nossas ações, mesmo de forma virtualizada.
𝐀𝐬𝐬𝐢𝐦, 𝐞𝐬𝐭𝐚𝐦𝐨𝐬 𝐬𝐨𝐥𝐢𝐜𝐢𝐭𝐚𝐧𝐝𝐨 𝐚 𝐭𝐨𝐝𝐨𝐬 𝐨𝐬 𝐦𝐞𝐦𝐛𝐫𝐨𝐬 𝐝𝐨 𝐂𝐨𝐝𝐞𝐯𝐚𝐭 𝐪𝐮𝐞 𝐬𝐞 𝐦𝐚𝐧𝐢𝐟𝐞𝐬𝐭𝐞𝐦 𝐚 𝐫𝐞𝐬𝐩𝐞𝐢𝐭𝐨 𝐝𝐚 𝐩𝐨𝐬𝐬𝐢𝐛𝐢𝐥𝐢𝐝𝐚𝐝𝐞 𝐝𝐞 𝐩𝐨𝐬𝐭𝐞𝐫𝐠𝐚𝐜̧𝐚̃𝐨 𝐝𝐚 𝐚𝐭𝐮𝐚𝐥 𝐝𝐢𝐫𝐞𝐭𝐨𝐫𝐢𝐚 𝐝𝐨 𝐂𝐨𝐝𝐞𝐯𝐚𝐭, 𝐞𝐱𝐜𝐞𝐩𝐜𝐢𝐨𝐧𝐚𝐥𝐦𝐞𝐧𝐭𝐞, 𝐩𝐞𝐥𝐨 𝐩𝐞𝐫𝐢́𝐨𝐝𝐨 𝐝𝐞 𝐦𝐚𝐢𝐬 𝟒 (𝐪𝐮𝐚𝐭𝐫𝐨) 𝐦𝐞𝐬𝐞𝐬, 𝐚 𝐜𝐨𝐧𝐭𝐚𝐫 𝐝𝐞 𝟑𝟏 𝐝𝐞 𝐦𝐚𝐫𝐜̧𝐨, 𝐝𝐚𝐭𝐚 𝐧𝐚 𝐪𝐮𝐚𝐥 𝐯𝐞𝐧𝐜𝐞𝐫𝐢𝐚 𝐞𝐬𝐭𝐞 𝐦𝐚𝐧𝐝𝐚𝐭𝐨.
Consideramos que este seja o período ideal para o enfrentamento da pandemia e a não coincidência da eleição durante o processo de votação da Consulta Popular (previamente prevista para o início de julho).

𝗣𝗲𝗱𝗶𝗺𝗼𝘀 𝗮 𝘁𝗼𝗱𝗼𝘀 𝗼𝘀 𝗺𝗲𝗺𝗯𝗿𝗼𝘀 𝗲𝘀𝘁𝗮𝘁𝘂𝘁𝗮́𝗿𝗶𝗼𝘀 𝗾𝘂𝗲 𝘀𝗲 𝗺𝗮𝗻𝗶𝗳𝗲𝘀𝘁𝗲𝗺 𝗰𝗼𝗺 𝘀𝘂𝗮 𝗽𝗼𝘀𝗶𝗰̧𝗮̃𝗼 𝗶𝗻𝗱𝗶𝗰𝗮𝗻𝗱𝗼 𝘀𝗲 𝗰𝗼𝗻𝗰𝗼𝗿𝗱𝗮𝗺 𝗼𝘂 𝗻𝗮̃𝗼 𝗰𝗼𝗺 𝗮 𝗽𝗼𝘀𝘁𝗲𝗿𝗴𝗮𝗰̧𝗮̃𝗼 𝗱𝗮 𝗗𝗶𝗿𝗲𝘁𝗼𝗿𝗶𝗮 𝗱𝗼 𝗖𝗼𝗱𝗲𝘃𝗮𝘁 𝗽𝗼𝗿 𝗲𝘀𝘀𝗲𝘀 𝟰 (𝗾𝘂𝗮𝘁𝗿𝗼) 𝗺𝗲𝘀𝗲𝘀 𝗮𝘁𝗲́ 𝗼 𝗱𝗶𝗮 𝟯𝟬 𝗱𝗲 𝗺𝗮𝗿𝗰̧𝗼.
Confira o recado da presidente do Codevat, Cíntia Agostini no vídeo. Acesse o link do formulario em: https://forms.gle/NrPRoQXoHjQuYkV2A
Agradecemos e nos colocamos a disposição.

Atenciosamente,



]]>
Codevat planeja 2020 em reunião Sun, 08 Dec 2019 16:47:40 -0300 http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/287/?codevat-planeja-2020-em-reuniao.html http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/287/?codevat-planeja-2020-em-reuniao.html
Entre as pautas do Conselho para o 2020, estão temas como a Empresa Gaúcha de Rodovias e os pedágios estaduais. A presidente do Codevat Cintia Agostini comenta que respostas por parte do Governo do Estado em relação a questão são necessárias. “A gente vai articular o tema porque a região precisa de respostas. Precisa saber o que vai acontecer. Como nós vamos proceder, já que o Governo do Estado indica que EGR vai encerrar suas atividades? E até lá, como fica o atendimento? Como vai se dar a transição e como vai ser a ação?”, são alguns dos questionamentos do grupo.

O Aeródromo e o Porto de Estrela também estiveram em discussão. Ambas as estruturas, localizadas em Estrela, têm forte apelo regional. “Apoiando o aeródromo regional estão todas as entidades do Vale do Taquari. Estamos oferecendo apoio, também, ao tema do Porto de Estrela, para um uso diferenciado daquele território e aí se trabalhar com outras perspectivas — para depois vermos se o Vale, por exemplo, consegue avançar para o uso do modal hidroviário”, explica.

A inovação em pequenas cidades e projetos regionais fez parte das discussões. “Temos que debater, inclusive, particularidades dos municípios para que eles possam se inserir nesse processo. Temos que estar muito ativos nesse tema”, observa a presidente. Ainda na temática das pequenas cidades, o Codevat vai acompanhar o andamento da proposta de extinção dos pequenos municípios do Brasil — que terá reflexos amplos na região, caso seja aprovada no futuro. “Entendemos que não é o melhor caminho”, diz ela.

O início das atividades do Grupo de Trabalho Paritário da Concessão da Rodovia da Integração do Sul ganhou espaço na reunião. Serão ouvidos os usuários e formado um grupo técnico para o desenvolvimento das atividades de acompanhamento da Concessão. “Vamos, a partir desse grupo técnico, apoiar a representação que temos no Grupo de Trabalho Paritário e trabalhar com o tema da Concessão”.

Sobre as telecomunicações, a presidente comenta que esse foi um tema que avançou muito pouco em 2019. “Então nós queremos nos articular com outras entidades, inclusive de nível estadual e parceiras nossas, como federações estaduais, para que a gente pressione o Congresso para mudar a legislação vigente. Só isso que va fazer acontecer algum tipo de mudança no tema das telecomunicações”, argumenta ela. “Nós tentamos o Ministério Público. Nós tentamos Procon. Nós fomos até a esfera Estadual. Todos os nossos argumentos com as entidades acabam esbarrando na perspectiva na legislação vigente. Então o que tem que se fazer é mudar a legislação”, diz a presidente. O Codevat quer gerar um grande debate sobre as telecomunicações, pois esse tema não é importante apenas para o Vale do Taquari.

Outro tema que se trouxe à pauta foi a energia elétrica no Vale que, apesar dos avanços que se teve em momentos anteriores, ainda apresenta problemas na região. Segundo a presidente do Codevat, fontes de energia alternativas podem ser a saída emergente.

A fuga de talentos para outras áreas geográficas e mesmo outros tipos de atividades, que acontece tanto do meio urbano como do meio rural no Vale, foi parte das discussões. “Podemos constituir o Conselho enquanto entidade a liderar e esse tema”, diz Cintia. “A partir daí, contribuir para criação de estratégias, linhas de ação dos municípios para que eles tenham maneiras de manter e reter talentos, e de propor a associação familiar nas nossas propriedades. O conselho pode ser um grande articulador disso”, projeta presidente.

O turismo na região e como potencializar o segmento e a sequência das atividades do programa de governo Inova RS fecharam as discussões da reunião.

Texto: Lucas George Wendt/Codevat
Foto: Divulgação]]>
Codevat integra Grupo de Trabalho Paritário da Concessão da BR 386 Fri, 29 Nov 2019 07:17:34 -0300 http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/286/?codevat-integra-grupo-de-trabalho-paritario-da-concessao-da-br-386.html http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/286/?codevat-integra-grupo-de-trabalho-paritario-da-concessao-da-br-386.html
O objetivo do Grupo de Trabalho Paritário é discutir as questões da concessão da Rodovia da Integração do Sul (que compreende as BRs 386, 448, 290, 101) sobre a perspectiva da eficiência, qualidade, segurança da rodovia e modicidade tarifária.

A presidente do Codevat Cintia Agostini trouxe ao Vale do Taquari demandas pós-reunião.

"O grupo já começou a tratar de temas que devem ser discutidos nas reuniões. Nós, aqui da BR-386, teremos que formatar as discussões regionais para possam ser levadas as demandas para o GTP. Possivelmente utilizaremos um canal de comunicação direto com a população numa frente de atuação e, em outra frente, formalizaremos um grupo técnico para que possam ser colhidas diferentes proposições sobre o desenvolvimento das etapas da concessão", explica Cintia.

As reuniões do GTP serão realizadas trimestralmente e a próxima é em março de 2020.

Entenda
A ANTT, considerando a legislação vigente, previamente, em 2019, atendeu as indicações da CCR ViaSul, companhia responsável pela concessão da Rodovia da Integração do Sul (BRs 386, 448, 290, 101), e definiu o formato de participação das comunidades envolvidas nos entornos das estradas que fazem parte da Rodovia de Integração do Sul com a formação do GTP da Concessão. Desde o início das discussões do edital, ainda em 2017, o Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat) pontuou a necessidade da criação de um conselho paritário para acompanhar e discutir os projetos vinculados à concessão.

Está previsto em Lei a existência destes grupos, que têm uma função de fiscalização do trabalho da CCR ViaSul. A Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT), a entidade reguladora, foi questionada pelos representantes das comunidades envolvidas no entorno da concessão, entre elas o Codevat, para que o grupo de trabalho fosse formado pela CCR e efetivamente, iniciasse as suas ações.

Números da BR-386, em nove meses de concessão
  • 150 mil toneladas de massa asfáltica foram utilizadas nos serviços;
  • Seis roçadas foram realizadas;
  • Cerca de 1 mil placas de sinalização novas e outras substituídas na via;
  • 65 cargas de caminhão de lixo foram recolhidas;
  • Taludes, canaletas, podas de árvores, limpezas de boleiros também foram realizados;
  • Em média, a BR-386 tem uma remoção de guincho a cada 30 minutos;
  • São realizados quatro resgates pré hospitalares por dia;
  • Até momento foram registradas 177 atendimentos de ouvidoria pela CCRViaSul;
  • Cerca de 2,2 mil pessoas já estão empregadas em diferentes funções da Concessão da Rodovia.


Texto por: Lucas George Wendt/Codevat]]>
Atuando há 28 anos pelo Vale do Taquari Sun, 24 Nov 2019 16:50:55 -0300 http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/285/?atuando-ha-28-anos-pelo-vale-do-taquari.html http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/285/?atuando-ha-28-anos-pelo-vale-do-taquari.html Governo confirma liberação de cerca de R$ 10 milhões do valor pendente da Consulta Popular Fri, 18 Oct 2019 23:28:09 -0300 http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/284/?governo-confirma-liberacao-de-cerca-de-r-10-milhoes-do-valor-pendente-da-consulta-popular.html http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/284/?governo-confirma-liberacao-de-cerca-de-r-10-milhoes-do-valor-pendente-da-consulta-popular.html
O cronograma de pagamentos do valor contempla os próximos três anos — 2020, 2021 e 2022. A primeira parcela será paga no próximo ano, ainda sem data definida. Os valores, para todo Estado, e as respectivas áreas (conforme votações realizadas pelos Coredes na Consulta) são os seguintes:

— UERGS: R$ 2.549.405,95
— Administração penitenciária: R$ 556.231,38
— Educação: R$ 3.361.231,39
— Inovação, Ciência e Tecnologia: R$ 613.517,56
— Turismo: R$ 3.207.263,52
— Justiça, Cidadania e Direitos Humanos: R$ 760.732,92

Desse valor total, R$ 11.048.382,70, o Vale do Taquari tem previsão de receber cerca de R$ 634 mil, em 2020, para a educação. O valor será distribuído entre escolas estaduais do Vale do Taquari, para qualificação dos espaços pedagógicos, conforme critérios previamente definidos pelo Codevat e 3ª Coordenadoria Regional de Educação.

Para os anos de 2021 e 2022 ficam pendentes R$ 634 mil para o Vale do Taquari receber para a agricultura regional.

Texto por: Imprensa/Codevat ]]>
Consulta Popular, Encontros dos Coredes e eleição da próxima gestão pautam reunião do Fórum Thu, 10 Oct 2019 20:08:57 -0300 http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/283/?consulta-popular-encontros-dos-coredes-e-eleicao-da-proxima-gestao-pautam-reuniao-do-forum.html http://codevat.com.br/noticia/visualizar/id/283/?consulta-popular-encontros-dos-coredes-e-eleicao-da-proxima-gestao-pautam-reuniao-do-forum.html
Entre as pautas, diversos assuntos compuseram a manhã dos coredianos presentes. O programa INOVA RS está sendo, ao longo dos meses de setembro e outubro, lançado em todas as regiões funcionais do Estado. Os Coredes representados na reunião que já receberam os eventos de lançamento do Programa foram convidados a expor sua leitura sobre a iniciativa do Governo.

A presidente do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat) e 1º Secretária do Fórum dos Coredes, Cintia Agostini, detalhou o lançamento na região funcional 2 — que compreende os Coredes dos Vales do Taquari e Rio Pardo, evento que aconteceu no fim de setembro.

“Foi criado um comitê estratégico para conduzir o que é um comitê técnico. O comitê do VTRP tem 24 pessoas. O comitê técnico tem a tarefa de mapear a inovação nas regiões até o fim do ano. Amanhã acontece uma reunião em Santa Cruz do Sul para definição desses nomes”, revela ela, como uma das ações já realizadas no pós-lançamento. “A grande vantagem do Programa é levar a inovação para todas as regiões do Estado — e juntar pessoas em estruturas que já existem para tratar do tema”.

O XXII Encontro Anual de Avaliação de Planejamento dos Conselhos de Regionais de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul também esteve em pauta.

O evento acontecerá em Uruguaiana, na fronteira, nos dias 28 de 29 de novembro. A proposta é envolver a rede de atores do desenvolvimento regional para discutir o papel dos Coredes neste contexto e seus desafios de articulação política e econômica. Uma sugesão preliminar de programação do evento foi apresentada.

Na sequência, a diretora do Departamento de Desenvolvimento Regional (DDR) da Secretaria de Governança e Gestão Estratégica (SGGE), Bruna Blos, socializou o andamento do pagamento dos valores da Consulta Popular votados em 2019, solicitando aos Coredes atenção ao envio dos documentos dos municípios. Bruna também trouxe novidades sobre o pagamento dos R$ 30 milhões votados em 2018, que serão três parcelas igualmente distribuídas entre 2020 e 2022.

O vice-presidente do Fórum, Petry, na sequência das discussões, comentou sobre a questão de repasse de verba de emendas parlamentares de deputados que estão se articulando para encaminhamento de verbas que, sob certos aspectos, possam suplementar os valores colocados à disposição para votação na Consulta Popular pelo Governo do Estado.

A proposta inicial já foi descartada, de empregar cerca de R$ 55 milhões — R$ 1 milhão por deputado —, para as regiões. Um grupo de deputados concorda em se valer das emendas para repasse aos Coredes, outro grupo não.

Uma proposta de emenda coletiva — R$ 24 milhões para Saúde, Segurança e Educação tende a ganhar força na opinião pública e no entendimento dos parlamentares, na opinião dos coredianos. O grupo defende também que os Coredes se envolvam nas discussões. A diretoria do Fórum dos Coredes encaminhará documento à Assembleia Legislativa para abrir o espaço para a discussão.

A eleição da nova diretoria do Fórum dos Coredes foi tema de debate. Será em dezembro, no dia 12. O processo eleitoral será conduzido por uma comissão de três pessoas. As chapas ainda não foram divulgadas oficialmente.

Texto e fotos: Lucas George Wendt/Codevat]]>